Maria Ivone Vairinho e Poetas Amigos

Maio 22 2011

 

O GRITO DO TEMPO !

Adriano Augusto da Costa Filho

 

 

 

Adriano, quantos anos você tem ?

Ninguém sabe, nem eu também.

Eu, talvez há milhões de séculos,

Todos os cálculos serão incertos !

 

 

O tempo por certo não existe,

Ele voa e no calendário persiste.

Cada dia que passa é um dia há mais

Ou um dia a menos pelos demais !

 

Sou produto eterno da natureza,

Venho vindo a cada ano com certeza.

Sou o mesmo ser que existiu no tempo,

Como plantações repetidas no campo !

 

Já vivi milhões de anos incertos,

Venho de outros corpos certos.

Sou efêmero corpo no momento

E transmiti meu corpo com alento !

 

Só Deus sabe o que estou fazendo,

Se estou rindo ou se estou chorando.

Vou embora um dia só pensando

E por cento na eternidade chegando !

 

Na infância acalentei a saudade,

Nos primeiros passos dessa idade.

No entardecer da vida só lembrando

E da minha vida na saudade recordando !

 

Foi-se embora a infância e a juventude,

Belos tempos em toda plenitude.

A velhice é um tempo de recordação

Que as marcas deixaram no coração !

 

Ninguém de minhas andanças lembrará,

Só as almas que para o infinito irão.

Sou produto eterno da natureza,

Essa verdade existe com toda certeza !

 

Mas, na eternidade sempre viverei, 

Como um diamante brilhante serei. 

Deus criou as almas para o acalentar 

E na eternidade sempre para o amar !

 

O meu corpo um produto finito,

Vai-se embora sem olor restrito.

Ficarão outros corpos benditos

Como nas procissões os séquitos ! 

 

No nosso restrito pensamento,

Saberemos tudo nesse momento..

Encontraremos Deus nesse instante 

E nosso amor não será mais latente !

   

ADRIANO AUGUSTO DA COSTA FILHO

Casa do Poeta de São Paulo

Movimento Poético Nacional

Academia Virtual Sala dos Poetas e Escritores

Academia Virtual Poética do Brasil

Academia Poços-Caldense de Letras/MG

Ordem Nacional dos Escritores do Brasil

Associação Portuguesa de Poetas/Lisboa/Portugal

 

(colocado por Maria Ivone Vairinho)

publicado por appoetas às 19:22

Este blogue está aberto aos co-autores e Poetas Amigos de Maria Ivone Vairinho
Maio 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
11
12
13
14

16
17
19
20
21

23
24
25
26
27

31


links
pesquisar
 
Tags

11 poemas inéditos de carlos cardoso luí(1)

25 anos app(11)

ada tavares(18)

adriano augusto da costa filho(39)

albertino galvão(11)

albina dias(18)

alfredo martins guedes(2)

ana luísa jesus(4)

ana patacho(3)

anete ferreira(3)

antónio boavida pinheiro(22)

app(5)

armindo fernandes cardoso(3)

bento tiago laneiro(5)

carlos cardoso luís(13)

carlos moreira da silva(2)

carmo vasconcelos(22)

catarina malanho semedo(2)

cecília rodrigues(48)

cláudia borges(8)

dia da mãe(8)

dia da mulher(9)

dia do pai(6)

donzília martins(8)

edite gil(68)

elisa claro vicêncio(4)

euclides cavaco(100)

feliciana maria reis(4)

fernando ramos(20)

fernando reis costa(3)

filipe papança(11)

frances de azevedo(2)

gabriel gonçalves(14)

glória marreiros(20)

graça patrão(6)

helena paz(15)

isabel gouveia(3)

jenny lopes(11)

joão baptista coelho(1)

joão coelho dos santos(7)

joao francisco da silva(4)

joaquim carvalho(3)

joaquim evónio(9)

joaquim sustelo(70)

judite da conceição higino(4)

landa machado(1)

liliana josué(45)

lina céu(5)

luis da mota filipe(7)

manuel carreira rocha(4)

margarida silva(2)

maria amélia carvalho e almeida(6)

maria clotilde moreira(3)

maria emília azevedo(5)

maria emília venda(6)

maria fatima mendonça(2)

maria francília pinheiro(3)

maria ivone vairinho(14)

maria jacinta pereira(3)

maria joão brito de sousa(69)

maria josé fraqueza(5)

maria lourdes rosa alves(4)

maria luisa afonso(4)

maria vitória afonso(8)

mário matta e silva(20)

mavilde lobo costa(22)

milu alves(6)

natal(16)

odete nazário(1)

paulo brito e abreu(6)

pinhal dias(9)

rui pais(8)

santos zoio(2)

sao tome(10)

susana custódio(15)

tito olívio(17)

vanda paz(23)

virginia branco(13)

todas as tags

blogs SAPO